O que é e como funciona o acesso remoto não supervisionado?

[BPS] BPS - O que é e como funciona o acesso remoto não supervisionado_CAPA

Indivíduos e organizações precisam permanecer ativos e conectados para garantir a colaboração, a produtividade e a continuidade dos negócios globais sem sair de onde estão. 

O acesso remoto não supervisionado é uma ferramenta de TI e suporte que vem em muitas formas e se tornou imprescindível atualmente, principalmente pela facilidade de ser possível trabalhar remotamente e prestar suporte a clientes e funcionários em um instante.

Compreenda a seguir todas as informações necessárias para optar pelo acesso remoto não supervisionado.

O que é acesso remoto não supervisionado?

No acesso remoto não supervisionado o técnico pode acessar o dispositivo do usuário final mesmo que ele não esteja presente. Ou seja, no acesso supervisionado o usuário fica em seu lugar e observa o acesso feito pelo técnico. Acima de tudo, o usuário precisa liberar o acesso ao técnico .

A principal função é fornecer a manutenção de rotina e suporte aos dispositivos do cliente, através de um link de download enviado pelo gerente ou técnico de TI para instalar o software de suporte remoto em todos os dispositivos aos quais eles desejam oferecer suporte.

Uma rápida comparação de acesso remoto não supervisionado x supervisionado

SupervisionadoNão Supervisionado
Quais são os outros nomes desse tipo de suporte?Suporte rápido, suporte sob demanda, suporte instantâneoGerenciamento de terminais e acesso remoto
FuncionalidadeAuxiliar usuário final que esteja em algum dispositivo e precisa de suporte 
Quando o usuário final não possui um aplicativo de acesso remoto 
Administrar acesso remoto de grupos de computadores para equipes de TI ou MSPS (empresas fornecedoras de soluções em TI)
Fornece suporte aos usuários finais
Acessar computadores a qualquer momento para realizar manutenção
Criar contas de usuário de acesso remoto
O usuário final precisa estar presente?O usuário precisa estar presente no seu computador ou dispositivo móvel.O usuário não precisa estar presente. O técnico pode acessar o computador a qualquer momento
Como Funciona?O técnico envia um link de download para instalar um aplicativo com o código de acesso. Assim, é possível acessar remotamente os seus dispositivos.Instala-se um pequeno aplicativo no computador de seus clientes,  vinculado à sua conta de gerenciamento. Com isso, é possível visualizar a lista de computadores, status e acessá-los conforme necessário sem a presença do usuário final.

Acesso não supervisionado: em certos casos, absolutamente necessário!

O que diferencia esse tipo de acesso é a interação e a visibilidade. 

Os aplicativos que fornecem esse acesso não distraem a atenção do usuário com alertas enormes, apenas uma pequena notificação sobre o acesso.  Além disso, o usuário também pode perceber que certas coisas estão agindo inesperadamente em sua máquina.

Isso é importante porque, em caso de dúvida, o usuário pode encerrar a conexão com a Internet, colocando a pessoa que acessa a máquina fora de ação. 

Além disso, este software é sempre utilizado mediante acordo, preferencialmente assinado. A instalação não é furtiva e, geralmente, o acesso autônomo só funciona se o usuário habilitar a opção nas configurações.

Com tudo isso, podemos dizer que um bom software de acesso remoto autônomo é (e tem que ser) ético e respeitador de leis, como a Lei Geral de Proteção de Dados.

Para quem é destinado o acesso remoto não supervisionado?

Nas empresas, esse tipo de acesso pode ser essencial para suas atividades, principalmente se a própria empresa for dedicada à tecnologia. 

Na maioria dos casos, a maior vantagem está no gerenciamento de TI. A empresa pode firmar contratos com seus funcionários, assegurando seu conhecimento de que tal acesso poderá ocorrer de tempos em tempos.

Vantagens do Acesso Remoto não supervisionado 

  • Possibilidade de suporte técnico proativo, evitando falhas;
  • Maior agilidade no suporte técnico reativo, podendo até mesmo corrigir determinados problemas sem atrapalhar o trabalho do usuário; 
  • Garantir o uso correto de softwares internos da empresa; 

Por que escolher Central para o acesso remoto não supervisionado?

Além da ascensão da terceirização, as empresas também precisam cada vez mais do suporte da tecnologia. E, para cuidar disso, é indispensável um serviço robusto que ajude a TI a cuidar dos ativos de tecnologia.  

Na Loupen, sugerimos o LogMeIn Central, seja para TI interna, suporte externo ou tantos outros usos. 

A Central já está em conformidade com as normas da LGPD e trabalha com criptografia de ponta a ponta, uma combinação perfeita para garantir a segurança do seu negócio e de seus clientes.

Compartilhe esta publicação

Explore outras publicações

A Loupen utiliza cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência. Ao continuar navegando, você concorda com a utilização dessas tecnologias, como também, concorda com os termos da nossa política de privacidade.